Notícias

Governo de São Paulo inicia operação do Programa de Incentivo à Renovação de Frota de Caminhões

17 de dezembro de 2012 - segunda-feira | 16:20

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista, iniciou a operação do “Programa de Incentivo à Renovação de Frota de Caminhões”. O objetivo é retirar de circulação caminhões com 30 anos ou mais que prejudicam o meio ambiente, o trânsito e a qualidade de vida dos caminhoneiros, financiando a juro zero* a compra de um novo caminhão. A instituição financeira, em parceria com o Sindicato dos Transportadores Rodoviários da Baixada Santista (Sindicam), já começou a distribuição de um guia para auxiliar o caminhoneiro na hora de acessar o Programa.

O programa prevê que o novo caminhão financiado atenda as rigorosas normas de emissão de poluentes, conhecida como EURO 5, e que o veículo antigo seja retirado de circulação e suas peças totalmente inutilizadas por empresas especializadas e licenciadas pela CETESB e participantes do programa. Os recursos serão da Linha BNDES Pró-caminhoneiro com a equalização dos juros* feita pelo Governo do Estado de São Paulo.

O prazo para o pagamento do financiamento será de até 96 meses, sem entrada, e com carência de até 6 meses. Poderão acessar o programa, caminhoneiros autônomos e pessoas jurídicas enquadradas como empresários individuais que prestam serviços no Porto de Santos, limitando o financiamento a um caminhão por beneficiário. Serão financiados a aquisição de caminhões, chassis, caminhões-tratores e cavalos mecânicos.

“Só na zona portuária de Santos, escolhida para receber o piloto do Programa, são quase seis mil caminhões, cerca de mil deles com mais de 30 anos. Esse programa, pioneiro com foco na redução da emissão de gases do efeito estufa, vai melhorar a qualidade do ar e reduzir os engarrafamentos causados por caminhões velhos quebrados na região do Porto”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.

(LT)

Foto: Divulgação

Tags : , , , ,

icones de serviços Imprimir Enviar Favoritar

Deixe seu comentário

Para enviar seu comentário, cadastre-se ou faça o login

Comentários

Wellington diz...

Bem que eu queria rodar com um caminhão novo, mas como assumir uma divida alta e rodando no estado de São Paulo? Os fretes são baixos, a as esperas no carr/ descarregamentos são demoradas. E rodando da região de Campinas para o litoral, se gasta de 15% a 18% do valor do frete em pedágios. Ai ponhamos mais 25% em diesel, 2% em caixinhas forçadas e ameaçadoras pelos ajudantes de carr/ desc. A média de preços por toneladas é de r$45,00.

Comentado em: 25/12/2012, 12:46